1 1
Gincana incentiva o cardápio saudável

Circuito ensina noções de higiene e limpeza, como o uso da touca e do avental, para a preparação dos alimentos (fotos: lula helfer/ag. assmann)
 

Por Jeniffer Gularte

Na Capital da Gincana, o Dia Mundial da Alimentação, comemorado em 16 de outubro, não poderia ser lembrado de outra forma. Para alertar contra o desperdício e para a importância do consumo correto dos alimentos, localidades de Vera Cruz participam de atividades que envolvem escolas do interior do município. Durante os dias 6, 8, 20 e 22 ações esportivas e pedagógicas incentivam os alunos a consumir frutas, verduras e legumes. O alvo da 8ª edição da competição são estudantes de 1ª a 5ª série das localidades de Vila Progresso, Ferraz, Linha Henrique D’Ávila e Andreas.

Com o tema Unidos Contra a Fome, sugerido pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), a Gincana da Alimentação é mais uma ação do programa Produzindo Vida Saudável, desenvolvido pela Emater/RS-Ascar com a parceria da Prefeitura. Depois de passarem pela Escola Frederico Hannemann, em Vila Progresso, essa sexta-feira foi a vez da Escola Municipal Walter Dreyer, de Ferraz, sediar as competições que reuniram estudantes de outras quatro escolas da localidade.

Durante toda a sexta-feira, a regra foi incentivar o consumo do que faz bem aos pequenos. Concentradas e munidos com gritos de guerra, dez equipes – todas batizadas com nome de frutas verduras ou legumes – realizaram 20 tarefas. “Se trabalharmos de maneira correta agora, eles vão gravar para toda a vida”, acredita a coordenadora da Emater, Mirna Regina Weber.

Se depender de Marcos Gomes da Silva, aluno da 3ª série da Escola Intendente Koelzer, a estratégia será bem-sucedida. Pronto para participar do circuito que reúne obstáculos e noções de pesos e medidas, o menino lista uma série de frutas como as suas preferidas e avisa: “Eu tomo refri só de vez em quando”. A colega Suelen Adiers, de 8 anos, afirma, cheia de confiança, que sabe a importância da adoção de um cardápio saudável. “Estou aprendendo que tem coisas que temos que comer modestamente.”

O resultado das tarefas tem efeito rápido no aprendizado dos pequenos, segundo a professora Glaci Sehnem. “A grande maioria sabe o que faz bem para a saúde.” Para a nutricionista da Secretaria da Educação, Samia Nassere, essa é a melhor faixa etária para se trabalhar esses conceitos. Segundo ela, ensinar dicas saudáveis mediante brincadeiras, jogos e atividades esportivas facilita o aprendizado.

Lições de consciência ambiental também fazem parte das tarefas. Além de participar de atividades que ensinam a separação do lixo, cada equipe tem a responsabilidade de manter seu espaço limpo e colocar no lixo o que não for mais utilizado. “Se eles comem, acabam produzindo lixo e precisam dar algum destino para ele”, explica Samia. Uma das etapas do circuito, que passa pelo ginásio da escola, ensina a importância da higiene no momento da preparação dos alimentos. Os alunos só passam para a próxima fase se estiverem munidos de touca e avental.

No dia 20 a gincana vai até a Escola Jacob Blész, de Linha Henrique D’Ávila, e no dia 22 a Escola José Bonifácio, em Linha Andreas, recebe as competições. As equipes vencedoras recebem como premiação bolas e brindes doados pelo Sicredi. 


Fonte: Jornal Gazeta do Sul

 
 

Busca:
Revista ABCSEM
Fone/Fax: (19) 3243 6472
abcsem@abcsem.com.br
Av. Papa Pio XII, 847 sala 22 - Jardim Chapadão
Campinas - SP - CEP 13070-091
Horário de Funcionamento:
Segunda à sexta das 8h às 17:30h
A ABCSEM
Agenda
Associados
Informações do Setor
Legislação
Serviços
Parceiros
Sala de Imprensa
Notícias
Publicações
Associe-se
Contato
© 2021 - ABCSEM - Associação Brasileira do Comércio de Sementes e Mudas - webdesign - CG Propaganda