1 1
Do jardim para a mesa

Piedade (SP) é a maior produtora de alcachofra do Brasil. Mas São Roque, ao organizar a agenda turística da flor – boa para a saúde e a economia local – é que leva a fama.

 

Por Adriano Ávila, da Agência Brasil

Do jardim para a mesa 
(Foto: Adriano Ávila)

Parente distante das margaridas e dos girassóis, a flor saiu do jardim e foi parar na mesa das pessoas já na época do Império Romano, quando suas propriedades nutritivas e medicinais foram descobertas. Nativa das regiões mediterrâneas do sul da Europa e norte da África, a alcachofra chegou ao Brasil há um século. Foi trazida pelos imigrantes europeus, especialmente italianos, instalados em alguns municípios da região de Sorocaba (SP). O clima ameno e o solo fértil revelaram condições ideais para o plantio.

Atualmente a flor é o principal produto da região, responsável por 90% do total nacional. A maior produtora é Piedade, seguida por Ibiúna e São Roque. Mas, como diz o ditado, quem faz a fama deita na cama. E São Roque fez a fama ao divulgar o potencial turístico da cidade, a alcachofra roxa e os vinhos locais. Em outubro passado, a 18ª Expo São Roque recebeu 75 mil visitantes, segundo a divisão de turismo.

O Roteiro do Vinho, Gastronomia e Lazer nasceu em 2006. A região da Estrada do Vinho concentra os cerca de 30 estabelecimentos que fazem parte do projeto e está distante apenas dez quilômetros do centro da cidade. São vinícolas (algumas oferecem degustação), plantações de alcachofra, ranchos, fazendinhas, restaurantes, pousadas e lojas de produtos típicos.
De acordo com José Luiz Marchi de Camargo, responsável pelo roteiro, em fins de semana o número de turistas gira em torno de 8 mil a 10 mil e, em feriados prolongados, chega a 15 mil. “São Roque é conhecida como terra do vinho. Vinho pede uma boa comida, e a alcachofra caiu no gosto popular.”

José Luiz é proprietário da Fazendinha Doces Santa Adélia e oferece uma opção de iguaria com a flor. “Temos um pastel de alcachofra que é um sucesso. Vendo 250 num fim de semana normal; nos que têm feriado, faço de 400 a 500.” Para aproveitar várias alternativas do roteiro, José Luiz recomenda no mínimo dois dias. “O passeio pode ser feito por toda a família. Muitos estabelecimentos têm atrações para crianças.”

A melhor época para visitar a cidade é durante a safra da flor, de acordo com Sandro Cobello, chefe da divisão municipal de Turismo: “Nos últimos três anos ela despontou no interesse do turista. Na gastronomia, temos a flor o ano todo, mas para visitar as plantações o melhor é vir perto da primavera, entre o final de agosto e metade de setembro. É muito bonito”.

Massa, molho, patê, risoto, pastel, quiche, torta, esfiha, vinagrete... Tem cardápio com alcachofra para todos os gostos. A Secretaria de Educação incluiu a planta na merenda das escolas municipais e estaduais. São servidas, pelo menos uma vez ao ano, 20 mil refeições para alunos do maternal ao ensino médio, incluindo os da educação de jovens e adultos. Tereza Cristina Merguizo, chefe da Divisão de Alimentação Escolar da Prefeitura, comemora, já que as receitas à base da flor são um sucesso. “Quando chega a safra, os alunos ficam na maior expectativa. O que eles mais gostam é do vinagrete.”

Tereza, que é nutricionista, garante que a planta é muito saudável. “Tem efeito diurético, é rica em fibras, digestiva, ótima para os rins e, ainda por cima, o chá das folhas tem efeito emagrecedor. As folhas também são ótimas para intestinos preguiçosos. Mas é importante lembrar que os efeitos são melhores com a planta in natura.”

 

Agronegócio e turismo

Ana Lídia e José Ortmann, o Juca, resolveram, há 15 anos, transformar a fazenda de meio hectare em ponto turístico. Eles queriam, além de vender, exibir a beleza de seus 3 mil pés de alcachofra. Assim nasceu a Fazenda Bonsucesso. “No começo era difícil, colhíamos, colocávamos no carro e vendíamos na feira aos domingos. O que sobrava, a gente levava para a Rodovia Raposo Tavares e ficava lá até acabar”, lembra Juca. O negócio da família Ortmann deslanchou e é a única das sete plantações da cidade que tem estrutura para receber visitantes do Roteiro do Vinho, Gastronomia e Lazer. Nas épocas de temporada, empregam até 15 funcionários, que produzem em média 200 vidros de conserva por dia.

“Minha amiga chegou de São Paulo preocupada com o colesterol muito alto, e a aconselhei a experimentar a alcachofra. Ela levou algumas e comeu por um mês, depois disso ficou ótima. Hoje em dia, nunca falta um vidro de alcachofra na geladeira dela”, orgulha-se Ana Lídia.

Clélia Cristina Moraes é funcionária da Fazenda Bonsucesso há mais de dez anos e também aproveita as propriedades medicinais da planta. “Não me canso do trabalho nem de comer alcachofra. Minha saúde vai muito bem. Médico? Só de rotina”, ri.

Receitas da dona Ana Lídia


Alcachofra recheada


Ingredientes
6 alcachofras frescas
½ xícara de vinagre
½ kg de carne moída
2 cebolas
3 dentes de alho
100 g de queijo parmesão ralado
Sal e cheiro-verde a gosto

Modo de preparo

Limpe as alcachofras cortando-as ao meio e suas pontas. Retire os fios no centro delas. Cubra-as com água e ½ xícara de vinagre por 15 minutos. Cozinhe em água e sal até que as pétalas se soltem facilmente. Frite a cebola e o alho e refogue a carne moída com sal e cheiro-verde a gosto – não deixe que seque muito. Organize as alcachofras numa forma, recheie com a carne moída, cubra com queijo parmesão e leve ao forno para gratinar.

Salpicão de
alcachofra em conserva


Ingredientes
1 kg de batata
1 vidro de alcachofra em conserva
1 cenoura média
1 maçã verde
1 ramo de salsão
200 g de peito de peru defumado
500 g de maionese
100 g de queijo prato

Modo de preparo
Cozinhe e amasse a batata. Pique a alcachofra em tirinhas, rale a cenoura, desfie o peito de peru e corte o queijo em cubinhos. Junte o salsão picado, a maionese e misture tudo.


Fonte: Agência Brasil / Revista do Brasil
Busca:
Dólar:
Euro:
Revista ABCSEM
Fone/Fax: (19) 3243 6472
abcsem@abcsem.com.br
Av. Papa Pio XII, 847 sala 22 - Jardim Chapadão
Campinas - SP - CEP 13070-091
Horário de Funcionamento:
Segunda à sexta das 8h às 17:30h
A ABCSEM
Agenda
Associados
Informações do Setor
Legislação
Serviços
Parceiros
Sala de Imprensa
Notícias
Publicações
Associe-se
Contato
© 2020 - ABCSEM - Associação Brasileira do Comércio de Sementes e Mudas - webdesign - CG Propaganda