1 1
Chuva faz aumentar preço de verduras em até 100%

Em Rio Preto, couve e batata lideram o ranking dos produtos mais caros

Por Janaina de Paula

Por causa das chuvas, os preços dos legumes e verduras em Rio Preto aumentaram em até 100%. A couve e a batata lideram o ranking dos produtos mais caros.

No mês passado, o maço da hortaliça custava em média R$ 2. Hoje, o preço é de R$ 4. O saco de 50 quilos de batata era R$ 60. Agora subiu para R$ 95.

Já o valor de verduras como a alface e a rúcula se manteve o mesmo, mas a qualidade dos produtos caiu. Os maços estão menores.

Marisa Hatori, que é dona de uma banca de frutas e verduras no Mercadão, diz que está tendo dificuldade para repor folhagens, como a alface.

“O consumidor é exigente. Gosta de qualidade e preço baixo. As hortaliças não estão vistosas. Por isso, não atraem os clientes.”

O comerciante Jerson Teixeira Veloso afirma que as chuvas têm atrapalhado as vendas. “Não tem como deixar de repassar os aumentos para o consumidor. Os clientes estão deixando de comprar”.

De acordo com Valdecir Aldo Francisco, fiscal de preços do Ceasa de Rio Preto, a tendência é de que o preço de outros produtos como o tomate e a cebola aumente em até 100% nas próximas duas semanas.

Ele afirma que enquanto não parar de chover, a oferta de mercadorias no Ceasa será menor, o que afeta diretamente na distribuição.

“A batata deve ter um aumento ainda maior. O legume só pode ser colhido quando está sol. Quando chove, falta batata no mercado”.

Fonte: Agência Bom Dia  


 

Busca:
Dólar:
Euro:
Revista ABCSEM
Fone/Fax: (19) 3243 6472
abcsem@abcsem.com.br
Av. Papa Pio XII, 847 sala 22 - Jardim Chapadão
Campinas - SP - CEP 13070-091
Horário de Funcionamento:
Segunda à sexta das 8h às 17:30h
A ABCSEM
Agenda
Associados
Informações do Setor
Legislação
Serviços
Parceiros
Sala de Imprensa
Notícias
Publicações
Associe-se
Contato
© 2020 - ABCSEM - Associação Brasileira do Comércio de Sementes e Mudas - webdesign - CG Propaganda