1 1
RJ: plantio direto de hortaliças é tema de dia de campo em Nova Friburgo

Produtores da região serrana fluminense conheceram, na última quinta-feira (11), uma nova tecnologia para a produção de hortaliças. Uma parceria entre as Unidades Descentralizadas da Embrapa, Hortaliças (Brasília/DF) e Agrobiologia (RJ) - através do seu Núcleo de Pesquisa e Treinamento para Agricultores (NPTA), promoveu o dia de campo Plantio Direto de Hortaliças no município de Nova Friburgo (RJ). Na ocasião, foram realizadas palestras e demonstrações, e apresentadas as vantagens da tecnologia, quando associada a outros métodos de plantio, para a sustentabilidade da produção de hortaliças do gênero brássicas.

Participante da equipe técnica que conduziu o evento, o pesquisador Nuno Madeira informou que a região constitui-se num importante pólo de olericultura, integrando cerca de doze mil agricultores familiares dos municípios de Teresópolis, Nova Friburgo e Sumidouro, principalmente. Para ele, outros municípios do estado poderão vir a adotar a tecnologia, a exemplo do ocorrido em Mário Campos, Minas Gerais. "A partir do dia de campo sobre plantio direto de hortaliças, em março de 2009, a tecnologia irradiou-se para outras cidades mineiras", assinala o pesquisador.

Nuno explica que a tecnologia, que vem sendo trabalhada desde 2003, consiste no plantio sem revolvimento do solo, utilizando-se plantas de cobertura para formação de palhada. Em seguida, transplantam-se as mudas no meio da palha sem revolver o solo. Como vantagens, ele aponta a redução em mais de 80% do processo de erosão e a maximização da eficiência do uso da água, diminuindo a necessidade de irrigação. Também entram na lista a preservação da matéria orgânica do solo e o menor uso de maquinário, todos com efeito positivo nos custos de produção.

Mas não é só. Nuno acrescenta que a adoção da tecnologia favorece a predominância de um microclima mais ameno, ideal para hortaliças do tipo brássicas (repolho chinês, brócolis, couve, couve-flor e couve-de bruxelas, por exemplo), e permite maior diversidade de biota – organismos vivos do solo. E ainda atua no controle de doenças do tipo agressivas como a hérnia das crucíferas, que vem limitando o cultivo de couve-flor na região.

O setor agrícola de Nova Friburgo exerce um papel importante na economia do município e, a partir de 2007, com a implantação do NPTA da Embrapa Agrobiologia, os produtores passaram a contar com um importante reforço na busca pela otimização da produção de couve-flor, brócolis, tomate e flores, associada a um desenvolvimento sustentável.

Fonte: Embrapa Hortaliças
 

Busca:
Dólar:
Euro:
Revista ABCSEM
Fone/Fax: (19) 3243 6472
abcsem@abcsem.com.br
Av. Papa Pio XII, 847 sala 22 - Jardim Chapadão
Campinas - SP - CEP 13070-091
Horário de Funcionamento:
Segunda à sexta das 8h às 17:30h
A ABCSEM
Agenda
Associados
Informações do Setor
Legislação
Serviços
Parceiros
Sala de Imprensa
Notícias
Publicações
Associe-se
Contato
© 2020 - ABCSEM - Associação Brasileira do Comércio de Sementes e Mudas - webdesign - CG Propaganda