1 1
A nova faceta do pequeno agricultor

Por Aline Bianchini 

Feira realizada na Capital abre espaço para produtos orgânicos, artesanatos e vestuárioImpulsionada por políticas públicas e ações de inserção no mercado, a agricultura familiar vive um novo momento. Mais mecanizada e profissionalizada, é responsável por cerca de 70% da mão de obra no meio rural.

Esta nova faceta é mostrada na 7ª edição da Feira Nacional da Agricultura Familiar e Reforma Agrária – o Brasil Rural Contemporâneo –, que tem início hoje e se estende até domingo, em Porto Alegre.

No Brasil, conforme o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), 4,3 milhões de propriedades agrícolas familiares são responsáveis por 70% da produção de feijão e 34% do arroz – alimentos básicos da dieta dos brasileiros. No Rio Grande do Sul, os números também são significativos: 378,5 mil unidades familiares são responsáveis pela atividade de 81% dos trabalhadores rurais.

– Em 10 anos, mais de 200 mil estabelecimentos surgiram no meio rural. Os quase 13 milhões de trabalhadores constituem a maior categoria produtiva do país. O governo viu na agricultura familiar uma grande oportunidade – diz Arnoldo de Campos, da Secretaria de Agricultura Familiar do MDA.

A questão da agricultura familiar vem sendo utilizada de forma inteligente pelo ministério, na opinião de Sérgio Schneider, professor do programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural (PGDR) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Para o acadêmico, esses empreendimentos, apesar de mais mecanizados e profissionalizados, não sofreram modificações profundas, apenas estão recebendo mais atenção e divulgação:

– Apesar da nossa população ser 85% urbana, a memória dela ainda é rural. O MDA percebeu a possibilidade de aproximar afetivamente as pessoas da produção agrícola familiar e, assim, abrir espaço para o pequeno produtor em um mercado ocupado apenas por grandes varejistas.

A Cooperativa Regional de Agricultores Familiares Ecologistas (Ecovale) de Santa Cruz do Sul, que estreia no evento, acredita neste tipo de iniciativa e leva para a feira 2,4 mil quilos de arroz e 500 quilos de erva-mate, além de mel e bolachas.

Dentre as políticas públicas que impulsionam o setor, destaca-se o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) que injetou, de 1998 a 2008, mais de R$ 9,6 bilhões no Rio Grande do Sul.

Fonte: Jornal Zero Hora

Busca:
Dólar:
Euro:
Revista ABCSEM
Fone/Fax: (19) 3243 6472
abcsem@abcsem.com.br
Av. Papa Pio XII, 847 sala 22 - Jardim Chapadão
Campinas - SP - CEP 13070-091
Horário de Funcionamento:
Segunda à sexta das 8h às 17:30h
A ABCSEM
Agenda
Associados
Informações do Setor
Legislação
Serviços
Parceiros
Sala de Imprensa
Notícias
Publicações
Associe-se
Contato
© 2020 - ABCSEM - Associação Brasileira do Comércio de Sementes e Mudas - webdesign - CG Propaganda