1 1
Um passeio entre as flores
Cores, perfumes e texturas se misturam, convidando o visitante a passar horas andando pelos corredores do Mercado de Flores da Ceagesp. Casa e Jardim selecionou alguns dos melhores motivos pelos quais vale a pena pular bem cedo da cama e aproveitar cada minuto do varejo de plantas

Por Vanessa Lima
 
Vanessa Lima
Gérberas coloridas expostas em uma das barracas da Feira de Flores

 
Vanessa Lima
Caixinha com vasos de suculentas

São duas horas da manhã quando os caminhões cheios de flores e plantas começam a chegar à Ceagesp – Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo. Por incrível que pareça, neste horário, alguns consumidores já estão ali, de plantão, esperando para comprar os produtos mais fresquinhos, por um preço bem mais baixo do que na maioria das lojas especializadas da cidade. São cerca 5 mil tipos diferentes de plantas, distribuídos por mais de mil fornecedores, a maioria proveniente do interior paulista.

Tem produto para todos os gostos: rosas colombianas, carolas, minirrosas e pink são algumas das variedades – e aqui, considerando apenas as rosas – disponíveis na feira, que é aberta para o varejo às terças e sextas-feiras, das 5h às 10h30. As gérberas, os crisântemos, a Celosia argentea, popularmente conhecida como crista-de-galo, e as tulipas são outras flores que fazem sucesso por ali. Chegar tão cedo é justificável, para aproveitar cada minuto das compras: enquanto em uma floricultura você paga, em média, R$ 35 em um buquê com 12 rosas, nos boxes da Ceagesp - a maior central de abastecimento da América Latina - é possível comprar 60 botões por R$ 10, por exemplo.

Em uma das barracas, o vendedor Jeferson, formado em dois cursos superiores, conta que deixou a vida de advogado para cuidar dos negócios do pai, o seu Jonas, que há mais de 30 anos vende plantas na Ceagesp. “Só de chegar aqui e sentir esse cheiro... É uma vida muito melhor”, diz. Segundo ele, uma das plantas mais vendidas no box 246, que pertence ao seu pai, é o musgo. “O pessoal compra e coloca no vaso com flores, como a orquídea. Como o musgo retém a água, a planta acaba durando mais tempo”, explica. O vendedor comercializa ainda espécies como a trepadeira hera, o perfumado eucalipto citriodora, camélias e gardênias, entre outras. 


 

Vanessa Lima
Imagem de cima mostra parte da feira

Orquídeas das mais raras às mais comuns são vendidas em pontos especializados nesse tipo de planta, como o box 169, que pertence ao seu Vico há 15 anos. As plantas têm preços variados: alguns vasos custam R$ 15, outros R$ 50 e outros chegam a R$ 600 ou até mais. “A orquídea Vanda, que tem raiz aérea, sai por R$ 120. Para cuidar, basta colocá-la em um jardim, presa ao tronco de uma árvore, por exemplo”, explica o vendedor Almir.

No mercado também é possível encontrar arbustos como o buxinho, temperos de diversos tipos, pimenteiras e até bonsais e plantas carnívoras. Há estandes com peças de decoração, vasos de diferentes tamanhos e estilos, fertilizantes e ferramentas de jardinagem. Tudo o que os amantes de plantas precisam para colocar as mãos na terra e cuidar dos seus cantinhos verdes. 

Fonte: Revista Casa e Jardim
 

Busca:
Dólar:
Euro:
Revista ABCSEM
Fone/Fax: (19) 3243 6472
abcsem@abcsem.com.br
Av. Papa Pio XII, 847 sala 22 - Jardim Chapadão
Campinas - SP - CEP 13070-091
Horário de Funcionamento:
Segunda à sexta das 8h às 17:30h
A ABCSEM
Agenda
Associados
Informações do Setor
Legislação
Serviços
Parceiros
Sala de Imprensa
Notícias
Publicações
Associe-se
Contato
© 2020 - ABCSEM - Associação Brasileira do Comércio de Sementes e Mudas - webdesign - CG Propaganda