1 1
Frutas e hortaliças ajudam a amenizar o desconforto

Segundo a previsão do tempo, a seca que castiga diversos estados do Brasil ainda está longe de dar uma trégua.

Mas, com uma alimentação adequada as pessoas podem amenizar os incômodos desse período de baixa umidade.

O ideal é que sejam ingeridos até três litros de água por dia.

Também é preciso dar prioridade a alimentos naturais e com baixos teores de açúcar e gordura.

A recomendação é da nutricionista da coordenação de Atenção à Saúde do Servidor do Ministério da Saúde, Ivana Vasconcelos.

"A gente enfatiza mais nessa época de seca a ingestão de líquidos, pelo menos dois litros por dia, como está muito seco, umidade muito baixa, a gente fala até para consumir mais até, chegando até três litros mesmo.

A ideia é preferir os sucos naturais sem açúcar ou com pouco açúcar, água de coco, frutas que tenham uma porcentagem maior de água, como melancia e mexerica."

É importante ter cuidados com o consumo de sucos artificiais e refrigerantes que não hidratam e podem ser prejudiciais à saúde.

A nutricionista Ivana Vasconcelos dá dicas de outros alimentos que ajudam a amenizar o desconforto neste período de seca.

"Consumir também hortaliças, as cruas são servidas frias dá uma sensação melhor para o corpo, um conforto maior.

Ao invés de você comer o feijão cozido você pode optar por uma leguminosa, ou um feijão branco, ou uma soja junto com a salada que seja fria, ou até lentilha, ou grão de bico."

Segundo a nutricionista, o ideal para ter uma alimentação saudável é evitar o consumo de alimentos gordurosos, como carnes e embutidos.

"Evitar esses alimentos que tem uma quantidade maior de gordura: pele de frango; couro do peixe também, peixe é um alimento saudável, mas tem que ter cuidado com o couro, que tem um colesterol mais elevado; a gordura visível da carne; os embutidos, mortadela, linguiça, presunto; alimentos que sejam mais a base de leite integral, que têm mais gordura, creme de leite, requeijão."

Ivana Vasconcelos, do Ministério da Saúde, lembra que as crianças também são muito afetadas nesse período.

Por isso, os pais devem redobrar os cuidados com o consumo de líquido dos pequenos.


Fonte: Portal Dourados Agora (*Com informações do Ministério da Saúde)

Busca:
Revista ABCSEM
Fone/Fax: (19) 3243 6472
abcsem@abcsem.com.br
Av. Papa Pio XII, 847 sala 22 - Jardim Chapadão
Campinas - SP - CEP 13070-091
Horário de Funcionamento:
Segunda à sexta das 8h às 17:30h
A ABCSEM
Agenda
Associados
Informações do Setor
Legislação
Serviços
Parceiros
Sala de Imprensa
Notícias
Publicações
Associe-se
Contato
© 2021 - ABCSEM - Associação Brasileira do Comércio de Sementes e Mudas - webdesign - CG Propaganda